as práticas de instituições religiosas que evangelizam surdos, as relações entre as atividades missionárias cristãs, a consolidação de um mercado vinculado à libras...

Cultura Surda
agentes religiosos e a construção de uma identidade

coleção:

Antropologia Hoje

autor:

César Augusto de Assis Silva

prefácio:

Cristina Pompa

posfácio:

José Guilherme Magnani

projeto gráfico:

Antonio Kehl

acabamento:

brochura

páginas:

248

formato:

14 x 21 cm

confira aqui o Clipping...

ISBN brochura:

85-87556-13-4

ISBN e-book:

9788578161644

Os surdos constituem um grupo com cultura particular? O reconhecimento científico e jurídico da língua brasileira de sinais (libras) é argumento suficiente para a construção da cultura surda? As igrejas cristãs teriam algum papel na história da constituição da libras no Brasil?

 

Com estas questões em mente, César Augusto Assis Silva insere o leitor num universo pouco conhecido: a comunidade de falantes de libras. Por meio de vasta pesquisa de campo em diferentes instituições religiosas, análise da trajetória de determinados agentes, documentos e entrevistas, o autor explora as relações entre atividades missionárias cristãs, a consolidação de um movimento social surdo, a constituição de um mercado vinculadoà libras e a construção de um campo acadêmico que conferelegitimidade a essa língua.