Jorge Amado escreveu certa vez que Pierre Verger, “de tão extraordinário, parece uma invenção”...

Pierre Fatumbi Verger
do olhar livre ao conhecimento iniciático

autor:

Jérôme Souty

fotos:

Pierre Verger

projeto gráfico:

Antonio Kehl

acabamento:

brochura

páginas:

448

formato:

18 x 23 cm

ISBN brochura:

9788578160814

ISBN e-book:

9788578162399

confira aqui o Clipping...

Num itinerário que o levou de fotógrafo independente a etnólogo iniciado, Pierre Verger desenvolveu interpretações inovadoras sobre o mundo místico dos orixás, no Brasil e na África. Homem da imagem que custou a enveredar na escrita, Verger acabou por escrever obras etnográficas definitivas, em que registrou a riqueza e a especificidade dessas culturas e de sua oralidade. O itinerário singular e seu método de trabalho original permitiram que ele recolhesse um material artístico, documental e científico notável.

 

Este livro, que se aproxima de um estudo biográfico, traz uma reflexão geral sobre a originalidade de sua experiência. Ao narrar os passos dessa vida-obra, o antropólogo francês Jérôme Souty interroga com profundidade a etnologia, seu valor e seus limites, e contribui para a renovação dos métodos e para a reconsideração dos objetivos da antropologia.

 

 

Jérôme Souty, francês nascido em Copenhague, em 1971, viveu em Paris até 2004, quando se mudou para o Rio de Janeiro. Doutor em antropologia social (EHESS, 2005) e pesquisador em antropologia urbana e contemporânea na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ/FAPERJ), é também autor dos livros La Rencontre des Cultures (Le Cavalier Bleu, Paris, 2011) e Motel Brasil (Editora Telha, 2020) e membro do comitê de redação da revista Brésil(s) (Éditions MSH).

galeria: